Testes PCR para viajar para o Porto Santo

Pessoas vacinadas:

Em caso de desembarque nos aeroportos e portos os portadores de vacina devem ser considerados vacinados, após a 2º dose, após 14 dias (com excepção da vacina da johnson que serão 28 dias), conforme quadro apresentado na resolução.

Outra particularidade: um passageiro recuperado há mais de 90 dias que apresente o certificado médico de recuperado e uma dose de vacina é também considerado vacinado (só fará uma dose de vacina e não duas) e é excecionado de apresentar teste.

Viagens Marítimas:

Foi determinada a obrigatoriedade dos viajantes que embarquem no Porto do Funchal com destino à Ilha do Porto Santo, serem portadores do teste PCR de despiste da infeção por SARS-CoV-2, com resultado negativo, realizado no período máximo de 72 horas anteriores ao embarque.


Processo de Registo para o Viajante Inter-ilhas

O viajante com uma viagem entre as ilhas da Madeira e do Porto Santo, tem agora disponível a opção do registo individual no sistema MadeiraSafe (www.madeirasafe.com), que deve ocorrer com a antecedência mínima de 4 dias em relação à sua viagem.


O viajante deverá preencher todos os dados de identificação, com as especificidades da sua viagem inter-ilhas (incluindo o número de bilhete, de ida e de volta) e o concelho de residência.

Após o registo, o viajante será notificado do agendamento do teste através do e-mail fornecido no registo no MadeiraSafe, com a identificação do local e horário do mesmo.

Após a realização do teste, o resultado ficará disponível no perfil do viajante, no sistema MadeiraSafe, para consulta pelo próprio e para apresentação e verificação à entrada do navio, no Porto do Funchal.

O viajante será igualmente notificado do resultado do teste, através do e-mail individual fornecido no registo.

Apenas se o resultado for negativo, poderá seguir viagem. Em caso de resultado inconclusivo ou positivo, deverá manter-se em isolamento e aguardar o contacto das autoridades de saúde.

A realização do teste PCR de despiste da infeção por SARS-CoV-2 não comporta quaisquer encargos para o viajante.

No caso das exceções à obrigatoriedade de apresentação de teste à partida da Madeira (residentes no Porto Santo com estadas curtas na Madeira, pessoas recuperadas e vacinadas), os viajantes podem igualmente fazer o upload dos documentos comprovativos no sistema MadeiraSafe.
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
Em complementaridade a este processo de registo, está disponível a articulação direta com as autoridades de saúde, através do Gabinete de Apoio a Emergências em Saúde Pública e do seguinte e-mail: saudepublica.drs@madeira.gov.pt

image018.png
image019.jpg